spot_img
InícioMercadoCarro novo está mais caro em 2024, mas preço dos seminovos e...

Carro novo está mais caro em 2024, mas preço dos seminovos e usados caiu

Levantamento da KBB mostra como está a valorização ou desvalorização média dos veículos leves no Brasil

O preço dos carros zero-quilômetro no Brasil começou 2024 levemente mais caro. Segundo a consultoria automotiva KBB, o valor médio de veículos novos ano-modelo 2024 no Brasil em janeiro subiu 0,54%, depois de apresentar uma queda de 0,21% em dezembro do ano passado.

A KBB não informa o preço médio em reais, mas outra consultoria, a Jato Dynamics do Brasil, aponta que o tíquete médio dos carros novos no Brasil chegou a R$ 140.615,14 no final de 2023, alta de 7,5% em relação ao ano anterior.

Já com os veículos seminovos e usados, ocorreu o inverso. Em sua maioria, eles estão mais baratos. De acordo com a KBB, veículos seminovos (com até três anos de uso) registraram queda média de 0,78% nos preços em janeiro de 2024, na comparação com dezembro, após outra queda, de 0,47%, no mês anterior.

Carros seminovos fabricados em 2022 tiveram 0,91% de desvalorização — Foto: Divulgação

Quando destrinchamos por ano-modelo, vemos que automóveis e comerciais leves seminovos 2024 desvalorizaram menos, 0,55%, contra 0,81% daqueles pertencentes a linhas 2023 e 0,91% dos 2022. Ao longo do ano passado, aliás, os seminovos já haviam tido uma queda média de 0,8% em seus preços, sempre segundo a consultoria.

Usados entre quatro e dez anos de uso também também apresentaram queda em seus preços médios no mês de janeiro, ainda conforme a KBB. A média foi de 0,64%, após alta de 0,05% em dezembro. O ano-modelo que apresentou a queda média mais brusca foi 2019: 1,12%. Veja a tabela:

Desvalorização de carros novos no Brasil em janeiro de 2024

AnoDesvalorização
2014– 0,48%
2015– 0,47%
2016– 0,58%
2017– 0,83%
2018– 0,71%
2019– 1,12%
2020– 0,80%
2021– 0,72%
2022– 0,91%
2023– 0,81%
2024 (novos)– 0,54%
2024 (usados e seminovos)– 0,55%
Fonte: KBB

Vendas

Em janeiro de 2024, o mercado automotivo brasileiro registrou 152.062 emplacamentos de automóveis e comerciais leves 0 km, crescimento de 16,58% em relação ao mesmo mês do ano passado, porém queda de 35,73¨% no comparativo com dezembro.

Já o volume de transações de seminovos e usados foi de 891.931 veículos no primeiro mês do ano, um crescimento de 13,67% ante o mesmo período de 2023, porém com queda de 14,81% em relação ao mês de encerramento do ano passado.

Notícias mais lidas