spot_img
InícioMobilidadeServiçosCarros automáticos têm consumo maior? Nem sempre: veja você mesmo

Carros automáticos têm consumo maior? Nem sempre: veja você mesmo

Levantamento com base nos números do Inmetro mostra que, em alguns veículos, o gasto de combustível é equivalente, independentemente do tipo de câmbio

Até não muito tempo atrás, os motoristas brasileiros rejeitavam os carros automáticos: um dos motivos seria o consumo de combustível bem mais alto que o dos similares equipados com transmissão manual. Os tempos mudaram e, na última década, a caixa automática dominou o mercado. Desde o ano passado, ela está presente na maioria dos automóveis zero-quilômetro vendidos no país. Porém, a questão do gasto de combustível ainda causa receio em alguns consumidores. 

Afinal, essa desconfiança tem fundamento? O VRUM consultou as tabelas do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV), do Inmetro, do ano de 2024, para esclarecer essa questão. Abaixo, a reportagem enumera os dados de consumo de todos os carros que, com a mesma motorização, oferecem os dois tipos de caixa de marchas, manual e automática. 

Compare o consumo dos carros manuais com os automáticos

De antemão, os números mostram que, na maioria dos casos, os carros automáticos têm, sim, consumo de combustível mais elevado. Porém, há exceções: dos 12 automóveis pesquisados, quatro apresentaram gastos de combustível praticamente iguais, independentemente do tipo de câmbio, com variações mínimas a favor de um ou de outro. Confira os dados e, mais abaixo, entenda por que isso acontece: 

1- Chevrolet Onix 

Onix
Além do Onix Plus, o hatch também é um dos carros mais econômicos do paísFoto: Reprodução
ConsumoChevrolet Onix LT MT6Chevrolet Onix LT AT6
Etanol cidade (km/l)9,18,3
Etanol estrada (km/l)11,110,4
Gasolina cidade (km/l)13,111,6
Gasolina estrada (km/l)16,114,9
Consumo energético (MJ/km)1,501,66

2- Chevrolet Onix Plus

Chevrolet Onix Plus
Dentre os veículos à combustão, o Onix Plus é o mais econômicoFoto: Chevrolet / Divulgação
ConsumoChevrolet Onix Plus LT MT6Chevrolet Onix Plus LT AT6
Etanol cidade (km/l)9,38,6
Etanol estrada (km/l)11,811,1
Gasolina cidade (km/l)13,412,1
Gasolina estrada (km/l)16,915,8
Consumo energético (MJ/km)1,441,58

3- Chevrolet Montana

Chevrolet Montana LTZ 1.2 turbo, modelo 2024 preta estacionada
A Chevrolet Montana possui menor capacidade de carga que outras mais baratas no segmentoFoto: Chevrolet/Divulgação
ConsumoChevrolet Montana LT MT6Chevrolet Montana LTZ AT6
Etanol cidade (km/l)8,37,7
Etanol estrada (km/l)9,69,3
Gasolina cidade (km/l)12,011,1
Gasolina estrada (km/l)13,613,3
Consumo energético (MJ/km)1,701,81

4- Fiat Argo

Os 10 carros automáticos mais baratos do Brasil em 2024.
Fiat ArgoFoto: Jorge Lopes/EM/D.A Press
ConsumoFiat Argo Trekking MT5Fiat Argo Trekking CVT7
Etanol cidade (km/l)9,18,9
Etanol estrada (km/l)10,010,1
Gasolina cidade (km/l)12,612,7
Gasolina estrada (km/l)14,113,9
Consumo energético (MJ/km)1,601,60

5- Fiat Cronos

Os 10 carros automáticos mais baratos do Brasil em 2024.
Fiat CronosFoto: Jorge Lopes/EM/D.A Press
ConsumoFiat Cronos Drive MT5Fiat Cronos Drive CVT7
Etanol cidade (km/l)9,09,3
Etanol estrada (km/l)10,911,0
Gasolina cidade (km/l)12,813,3
Gasolina estrada (km/l)15,515,0
Consumo energético (MJ/km)1,531,50

6- Fiat Pulse

Fiat Pulse Drive 1.3 CVT modelo 2023 branco de frente em movimento no asfalto
O Fiat Pulse é construído sobre a mesma plataforma do Argo, mas com dimensões um pouco diferentesFoto: Jorge Lopes/EM/D.A Press
ConsumoFiat Pulse MT5Fiat Pulse Drive CVT7
Etanol cidade (km/l)9,08,8
Etanol estrada (km/l)10,410,6
Gasolina cidade (km/l)12,512,5
Gasolina estrada (km/l)14,714,5
Consumo energético (MJ/km)1,581,58

7- Fiat Strada

Fiat Strada Volcano CVT 1.3 2022 cinza, de frente, em movimento em rodovia asfaltada
Com motor 1.3, Fiat Strada tem opção de câmbio manualFoto: Jorge Lopes/EM/D.A Press
ConsumoFiat Strada Volcano MT5Fiat Strada Volcano CVT7
Etanol cidade (km/l)9,08,7
Etanol estrada (km/l)9,810,5
Gasolina cidade (km/l)12,712,4
Gasolina estrada (km/l)13,913,8
Consumo energético (MJ/km)1,611,62

8- Hyundai HB20

Os 10 carros automáticos mais baratos do Brasil em 2024.
Hyundai HB20Foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press
ConsumoHyundai HB20 Comfort MT6Hyundai HB20 Comfort AT6
Etanol cidade (km/l)9,48,3
Etanol estrada (km/l)10,69,9
Gasolina cidade (km/l)13,411,8
Gasolina estrada (km/l)14,514,0
Consumo energético (MJ/km)1,521,69

9- Hyundai HB20S

HB20S
HB20S é o oitavo lugar da lista de carros mais econômicos do país, com consumo de 1,52MJ/kmFoto: Hyundai / Divulgação
ConsumoHyundai HB20S Comfort MT6Hyundai HB20S Comfort AT6
Etanol cidade (km/l)9,28,3
Etanol estrada (km/l)10,79,9
Gasolina cidade (km/l)13,111,7
Gasolina estrada (km/l)14,813,9
Consumo energético (MJ/km)1,531,70

10- Renault Duster

Renault Duster 2024 na versão de topo Iconic Plus 1.3 CVT, de frente, em movimento em rodovia arborizada
Renault Duster tem consumo significativamente maior quando equipado com o câmbio CVTFoto: Renault/Divulgação. .
ConsumoRenault Duster Intense MT5Renault Duster Intense CVT
Etanol cidade (km/l)8,17,2
Etanol estrada (km/l)8,58,1
Gasolina cidade (km/l)11,610,5
Gasolina estrada (km/l)12,311,5
Consumo energético (MJ/km)1,811,99

11- Volkswagen Polo 

VW Polo
De acordo com a calculadora, VW Polo fica quase R$ 800 mais barato por assinaturaFoto: vw / Divulgação
ConsumoVolkswagen Polo TSI MT5Volkswagen Polo Comfortline TSI AT6
Etanol cidade (km/l)9,58,5
Etanol estrada (km/l)11,310,6
Gasolina cidade (km/l)13,712,5
Gasolina estrada (km/l)16,115,1
Consumo energético (MJ/km)1,451,59

12- Volkswagen Virtus

Volkswagen Virtus 200 TSI Highline 2024 branco de frente em movimento em rodovia asfaltada
Volkswagen Virtus com motor 170 TSI pode ser adquirido tanto com câmbio manual quanto com caixa automáticaFoto: Lara Moreno/EM/D.A Press
ConsumoVolkswagen Virtus TSI MT5Volkswagen Virtus TSI AT6
Etanol cidade (km/l)8,98,4
Etanol estrada (km/l)10,810,5
Gasolina cidade (km/l)12,512,1
Gasolina estrada (km/l)15,414,8
Consumo energético (MJ/km)1,561,63

Por que alguns carros automáticos têm consumo maior e outros não?

Os leitores mais atentos devem ter percebido que todos os carros automáticos que apresentaram índices semelhantes de consumo de combustível tanto com o câmbio manual quanto com o automático – no caso, Fiat Argo, Cronos, Pulse e Strada – têm a mesma mecânica. O conjunto inclui motor 1.3 de aspiração natural e câmbio do tipo CVT, com relações continuamente variáveis, fornecido pela Aisin. E esse segundo item é justamente o ponto determinante da questão. 

O engenheiro Sandro Soares, da engenharia do Grupo Stellantis, detentor da marca Fiat, esclarece que o funcionamento desse tipo de câmbio que favorece o consumo. É que o CVT não fica fixo nas mesmas marchas. Assim, quando o motorista está em velocidade constante, sem aumentar a carga aplicada ao pedal do acelerador, a caixa vai variando o diâmetro das polias com a correia até alcançar a relação mais longa possível para a potência demanda. 

“”O CVT não tem relações fixas de marchas (…). Como ele vai alongando as relações, acaba gerando economia.”
por Sandro Soares, engenheiro do Grupo Stellantis

Soares lembra que o câmbio CVT da Fiat emula sete marchas, mas, mesmo assim, esse efeito não é constante. Dependendo da situação, ele mantém a citada característica de alongar ao máximo as relações, reduzindo o giro do motor e, consequentemente, poupando combustível. Por fim, o engenheiro afirma que um dos objetivos durante o desenvolvimento foi justamente o de fazer com que os carros em questão, mesmo automáticos, obtivessem consumo semelhante aos similares manuais. 

Há de se considerar, ainda, o caso do Renault Duster, que está entre os carros com câmbios automáticos do tipo CVT, mas apresenta consumo significativamente menor quando vem equipado com câmbio manual. Nesse caso, questões como as relações do diferencial, acerto eletrônico e até o peso do próprio veículo, que chega a 1.277kg, podem explicar tal diferença. 

Notícias mais lidas